Connect with us

Saúde

São Gonçalo registra morte de paciente com suspeita de febre amarela

Paciente morreu cinco horas após dar entrada, neste domingo, na Unidade Municipal de Pronto Atendimento de Nova Cidade

Publicado há

no dia

Vacinação contra febre amarela está sendo intensificada em Niterói e São Gonçalo. Foto: Clarice Castro/GERJ
Vacinação contra febre amarela está sendo intensificada em Niterói e São Gonçalo. Foto: Clarice Castro/GERJ

A prefeitura de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, investiga a morte de uma paciente nesta segunda-feira (22) suspeita de ter sido infectada pelo vírus da febre amarela. A informação foi publicada pelo blog Extra, Extra, da jornalista Berenice Seara, do jornal Extra, segundo o qual a vítima seria Marli Brito da Silva, moradora do bairro Porto do Rosa. Marli morreu cinco horas após ter dado entrada na Unidade Municipal de Pronto Atendimento de Nova Cidade, neste domingo.

Por meio de nota, a prefeitura de São Gonçalo afirmou que a suspeita surgiu a partir dos sintomas apresentados pela paciente e que aguarda o resultado da sorologia realizada pela Fiocruz:

“A Secretaria Municipal de Saúde de São Gonçalo informa haver a suspeita de morte por febre amarela, porém não confirmada, a partir dos sintomas apresentados pela paciente Marli Brito da Silva. Ela deu entrada na Unidade Municipal de Pronto Atendimento (UMPA) de Nova Cidade, no dia 21/01, e faleceu cinco horas após diagnóstico de infecção generalizada. A causa da morte só poderá ser confirmada após o resultado da sorologia realizada pela Fiocruz”, diz a nota.

A pasta informa também que serão ampliados os pontos de vacinação para febre amarela a partir desta terça-feira. Serão 38 locais de imunização, em vez dos 17 atuais. No próximo sábado, 27, considerado o dia D de vacinação, o atendimento acontecerá nas 70 salas do município. As seringas para a dose fracionada já chegaram ao município. Entre os dias 23 de janeiro e 7 de fevereiro, o Partage Shopping também será um ponto de vacinação, de 11h às 16h.

Na semana passada, Niterói também ampliou seus pontos de imunização após ser confirmada a morte de um macaco pela doença. O animal havia sido encontrado no Horto do Fonseca, Zona Norte da cidade.

Clique para comentar

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha Digital

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Mais lidas