Connect with us

Saúde

Palestra beneficente no Engenho do Mato vai debater depressão e suicídio entre crianças e adolescentes

Evento acontece neste sábado (15), em virtude do Setembro Amarelo. Número de suicídios aumentou 12% no Brasil, segundo o Ministério da Saúde.

Publicado há

no dia

Setembro amarelo: campanha conscientiza sobre importância de tratamento da depressão. Foto: Divulgação
Setembro amarelo: campanha conscientiza sobre importância de tratamento da depressão. Foto: Divulgação

As dores da alma, a angústia, a depressão e o medo são alguns dos temas que serão abordados em uma palestra beneficente que acontece neste sábado (15), a partir das 10h, no CIEP 448 Ruy Frazão Soares, no Engenho do Mato, em virtude da campanha mundial Setembro Amarelo. O evento tem como público alvo pais com filhos entre 6 e 19 anos e visa à conscientização da população sobre a importância de se diagnosticar e tratar doenças como depressão em crianças e adolescentes.
A palestra será ministrada pelo psicólogo Davi Macedo de Oliveira, 69 anos, especialista em psicologia clínica. Ele vem atuando há 40 anos em questões de conflitos conjugais e comportamentais, tendo como principal público, crianças, adolescentes e jovens com quadros de depressão, fobias e timidez.
Segundo David, as chamadas “dores da alma”, como os sentimentos de angústia, a depressão e o medo, quando não tratadas, vem levando cada vez mais crianças e jovens à automutilação e, em casos mais extremos, ao suicídio. Ele pontua que o aumento de pessoas tão novas com este quadro clínico se deve, muitas vezes, ao estilo de vida dos pais, relacionamentos, desenvolvimento profissional, ambientes como o do lar e trabalho que acabam se tornando fatores influenciáveis na saúde mental do indivíduo e que acaba refletindo nos próprios filhos de maneira negativa.
— Atualmente, infelizmente, é cada vez mais comum vermos casos de crianças e adolescentes com problemas existenciais e de personalidade que se refletem em seus estudos, na vida social e pessoal, o que pode ocasionar a depressão, que é uma doença grave que causa pessimismo, tristeza profunda, perda de interesse generalizado, falta de ânimo, de apetite, ausência de prazer e oscilações de humor que podem culminar em pensamentos suicidas. É uma doença que não escolhe classe social e que pode acontecer com qualquer um — alerta David.
Dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) mostram que o índice de suicídios cresceu entre 2011 e 2015 no Brasil. Segundo o Ministério da Saúde, esta é a quarta maior causa de mortes entre jovens de 15 e 29 anos. Em 2011, foram registradas 10.490 mortes: 5,3 a cada 100 mil habitantes. Já em 2015, o número chegou a 11.736: 5,7 a cada 100 mil.
O Setembro Amarelo, campanha mundial de prevenção ao suicídio, tem como objetivo estimular o debate sobre o tema, abrindo espaço para que se fale a respeito de assuntos que ainda são vistos como tabu, como a própria depressão e o suicídio. A campanha foi iniciada no Brasil em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Data: 15/09
Horário: 10:30
Local: CIEP 448 Ruy Frazão Soares, Engenho do Mato.
Público alvo: pais com filhos entre 6 e 19 anos.
Contato: (21) 99735-1443 / Site: www.macedopsicologia.com.br

Hannah Marchon Detes, 27 anos, gestora ambiental, estudante de desing gráfico, voluntária e ativista nas horas vagas. Integrante do Projeto socioambiental See2Sea. Nascida e criada na Região Oceânica de Niterói.

Clique para comentar

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha Digital

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Mais lidas