Connect with us

Maré Alta

Sacolés gourmets: casal dá exemplo de como entrar numa (boa) fria

Thayná Araújo e o marido, Bruno, decidiram investir numa linha gourmet de sacolés com receitas sofisticadas de doces

Publicado há

no dia

Thayná e Bruno. Casal criou marca de sacolés gourmets para ajudar no orçamento doméstico. Foto: Thiago Freitas
Thayná e Bruno. O casal de empreendedores criou marca de sacolés gourmet para ajudar no orçamento doméstico. Foto: Thiago Freitas

Pegue a palavra crise e retire dela a letra “s”. O que fica? Acertou quem respondeu “Crie”. E acertou ainda mais a jovem Thayná Araújo, de 24, que, junto com o marido, Bruno Fagundes, 29, criou uma forma de sair do aperto entrando numa (moda) gelada. Há dois meses, eles decidiram lançar uma linha de sacolés gourmets que estão, literalmente, refrescando o paladar de clientes que vão do Engenho do Mato, na Região Oceânica, até Icaraí, Zona Sul de Niterói.

Mãe de dois filhos — um de 7 anos e outro de 2 —, Thayná conta que vinha há algum tempo pensando em formas de contribuir com o orçamento de casa, mas sem ter que se afastar do cuidado diário com os pequenos.

— Eu já faço alguns trabalhos na área de fotografia de eventos com o meu pai, mas precisava de algo que fosse mais regular. No entanto, não queria deixar meu filho mais novo em creche para ter um emprego fora. Meu marido já trabalha em um bar, e eu queria poder complementar nossa renda — diz a jovem, confessando ainda não ser fã de cozinhar, exceto quando o assunto é doce.

— Nós pensamos em muita coisa, mas eram produtos que você já vê um em cada esquina, como bolo em pote, por exemplo. Até que um dia, num grupo no Facebook, vi uma receita de sacolé goumert e daí percebi que na região não havia nada muito divulgado neste sentido. Fui atrás de várias receitas. Testei algumas até chegar na minha própria. Desde então não parei mais.

Sacolés gourmets. Variedade de 15 sabores e serviço de entrega em domicílio. Foto: Thiago Freitas.

Sacolés gourmets. Variedade de 15 sabores e serviço de entrega em domicílio. Foto: Thiago Freitas.

A diferença dos sacolés comuns para o sacolés gourmets está no fato de ser uma receita bem mais sofisticada. Segundo Thayná, o doce gelado é feito com frutas naturais e ingredientes de marcas conhecidas e de qualidade. “Ele tem uma cremosidade que é bem diferente daqueles que a gente costumava tomar na infância, normalmente à base de sucos artificiais”.

Com uma variedade de 15 sabores, todos vendidos ao preço de R$ 3, os sacolés já levaram Thayná a ter que investir em um novo freezer, além de outros utensílios para personalizar seu produto. No quesito higiene, por exemplo, ela conta que é rigorosa, a ponto de colocar o sacolé em outra embalagem para manter o saco que envolve o doce livre de qualquer contaminação.

O velho boca a boca

A divulgação tem seguido a velha receita do boca a boca, além das novas ferramenta de comunicação, como redes sociais e com participações em eventos como a feira que acontece aos sábados na Praça do Engenho do Mato, movimentando a economia local.

Por já trabalhar fora e ter experiência atendendo público, Bruno foi quem mais assumiu a função de promoter da Tatha Doce Sabor, que não deve ficar limitada apenas ao sacolé.

— Fico com a parte de entregas e, além disso, estou sempre buscando colher opinião dos clientes para saber no que podemos melhorar. Sem falar que quando alguém diz que já provou nosso sacolé, tento descobrir como e onde ficou conhecendo o produto. Nosso objetivo é criar outras linhas de doces, mas estamos trabalhando por etapas. O retorno já está sendo bem legal — avalia Bruno.

Entre as receitas de maior sucesso, Thayná afirma que não podem faltar em seu estoque os seguintes sabores: Ninho com Nutella, Ninho com Morango, Delícia de Abacaxi, Ovomaltine, Paçoquita, Banana Suprema e Romeu e Julieta.

Para o carnaval, o casal já pensa em lançar uma linha de drinks alcóolicos — vale lembrar que se tomar sacolé alcóolico, não dirija.

As encomendas podem ser feitas pelos telefones (21) 99736-4740 e (21) 99816-4836.

 

 

Jornalista, fotógrafo e escritor, 35 anos. Trabalhou nos jornais EXTRA e O GLOBO, tendo atuado também nos principais jornais do interior fluminense, como FOLHA DA MANHÃ, FOLHA DOS LAGOS e A VOZ DA SERRA. É autor do livro "Opinião e Crime – A história da prisão do jornalista Avelino Ferreira", publicado em 2013 pela Marka Editora.

6 Comentários

6 Comments

  1. Simone

    12 de Janeiro de 2018 at 19:24

    O sacolé é maravilhoso!!! O meu preferido é o banana suprema, compro vrs ,sempre tenho no meu freezer, tds os sabores são deliciosos, não são enjoativos. Merecem o reconhecimento pelo sabor, higiêni etc… Na feira realizada na praça pela associação é sucesso total!

  2. Angélica

    12 de Janeiro de 2018 at 20:09

    Poderia fazer uma reportagem tbm com o hotel para cachorro que fica no Engenho do Mato o Nina Pet Resort

    • Redação Folha

      12 de Janeiro de 2018 at 20:17

      Angélica, passe o contato, pois vamos programar em nosso calendário de pautas. Agradecemos a sugestão. Bem-vinda à Folha!

      • Angélica

        13 de Janeiro de 2018 at 15:41

        Boa tarde! O contato é 2629-8185/3678-1335/ZAP 9-9006-1325 obrigada

  3. Rosemary Bastos machado

    12 de Janeiro de 2018 at 20:17

    Sacolé é uma delícia experimente não vão se arrepender é verdadeiramente maravilhoso tem gosto de quero mais enquanto você toma você já fica pensando em tomar outro.

    Parabéns Thayná que o Senhor te abençoe bjsss

    • norma

      12 de Janeiro de 2018 at 22:19

      Eu querooooooooooooo !! Casal querido <3

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Instagram

Mais lidas